O Salesiano Dom Bosco (Paralela) celebra o dia do meio ambiente (05/06) com atividades na Trilha Ecológica Dom Bosco, exposições e um ciclo de Palestras na sala verde. Todas essas atividades fazem parte da Semana do Meio Ambiente Salesiano, que acontece de 05 a 07 de junho.

O trabalho de educação ambiental é desenvolvido no Colégio com o compromisso de estimular a consciência crítica dos estudantes em prol do desenvolvimento sustentável. Essa é uma iniciativa acontece durante todo ano letivo com diferentes atividades.

O ensino sobre materiais recicláveis, por exemplo, tem a culminância na Semana do Meio Ambiente com a exposição de objetos como poltronas, luminárias e mesas confeccionadas pelos estudantes com apoio dos professores e da equipe de marcenaria, com a utilização da técnica papietagem (forro com papel).

O coordenador do Departamento de Educação Ambiental (DAE), Milton Nascimento, destaca que a iniciativa do colégio tem “o objetivo é possibilitar a formação da consciência ambiental a partir da mobilização e  chamar atenção de todos os alunos e educadores sobre o meio ambiente no sentido de que ele não tem apenas aspectos físicos, biológicos, ecológicos e geográficos, mas principalmente sócio-cultural-político-econômico permanentemente em mudança, onde o ser humano se encontra inserido”, esclarece.

Trilha Ecológica. A ‘Trilha Ecológica Dom Bosco’ está em uma área de Mata Atlântica localizada dentro do colégio, aberta no meio de uma área de 2 mil metros quadrados de área verde preservada que também abriga um pequeno riacho.

A Trilha foi sinalizada com placas com informações sobre as espécies vegetais e animais da Mata Atlântica, sendo a locomoção pela mesma facilitada por escadas e pontes de madeira e cordas de apoio.

O local será objeto de estudo dos estudantes da escola orientados por uma equipe multidisciplinar de professores, especialmente, nas aulas de educação ambiental. O espaço conta com quatro estações, sendo uma geográfica e outra biológica, e mais uma central e outra de gerenciamento.

A trilha é um verdadeiro “laboratório” na natureza para constatação de temas abordados na Sala Verde. Disponibilização de mudas de plantas, compostagem e trabalho de identificação de espécies vegetais e animais, além da instalação de um pluviômetro destinado para a verificação do controle do excesso de água da chuva no solo são alguns dos recursos e atividades disponíveis.

Selo Ambiental. Desde o ano de 2010, ações de educação e reestruturação são desenvolvidas com passos programados para que a instituição se tornar, em um curto espaço de tempo, o primeiro colégio da Bahia a ter a Certificação Ambiental.